O que é restrição interna?

2612_A

A restrição cadastral interna é realizada pelas instituições financeiras aos consumidores que deixaram de quitar seus débitos apropriadamente, mas essa restrição não é divulgada às demais empresas. Assim, ela nada mais é do que um impedimento interno para obtenção de mais crédito no mercado financeiro ou obtenção de novos produtos ou serviços, em razão do consumidor ser considerado um “mau pagador”.

Perceba que essa restrição não possui relação com as anotações nos órgãos de restrição ao crédito (SPC, SERASA, etc.), considerando apenas o fato de ter havido quitação em atraso de empréstimos e dívidas anteriormente negociadas, o que impede o consumidor de realizar novas transações, dentre outros benefícios.

Qual a diferença entre restrição interna e SPC

É muito comum as pessoas relacionarem a restrição interna com os órgãos de proteção ao crédito, mas a restrição interna consiste em um impedimento somente perante aquela determinada instituição financeira ou empresa em que o consumidor manteve a inadimplência. Portanto, não se trata de uma informação pública. Já nos órgãos de proteção ao crédito são informações que podem ser consultadas por terceiros interessados, funcionando como obstáculos para devedores que não estejam em dia com suas obrigações.

#direitosdodevedor | #creditoconsciente | @direitosdevedor

4 comments

  1. Nani   •  

    Tenho um cdc no bnco do brasil desde 2009 o qual venho pagando regularmente ate o presente momento sem atrazar nehuma parcela, antes eu recebia minha conta salario por este banco, mudei a mesma para a Caixa Economica. A 2 anos vou ao banco do brasil e solicito o valor total para quitaçaõ do cdc, e curioso que sempre aparece o mesmo valor , qiero dizer em 2011, 2012 se eu fosse quitar comparando as palniolhas o valor é o mesmo..sendo que da primeira planilha a de 2012 ja se passou 1 ano..e nada muda em termos de valores. Gostaria de sber se isto é certo..afinal penso q. já devo ter pago muito mais que devo . Onde recorrer para solucionar esta situaçaõ , uma vez que o mesmo só irá acabar no ano de 2016. Grata desde já..!

    • mjo   •     Author

      Olá, Nani. Acredito que, nesse caso, seria interessante para você fazer a portabilidade do crédito.

      A portabilidade de crédito é uma operação que dá oportunidade ao cliente que fez uma dívida com determinada taxa de juros em um banco, de transferir, gratuitamente, seu crédito para outra instituição que apresente uma oferta mais interessante. Dia 10 deste mês fizemos uma postagem sobre o assunto aqui no Crédito Consciente com informações de como fazer a portabilidade: http://direitosdodevedor.com.br/?p=1283

      Portanto, realize uma cotação em outras instituições, principalmente na Caixa Econômica Federal – uma vez que tem conta lá, e verifique a melhor opção para você.
      Um grande abraço e acompanhe o Crédito Consciente também no Facebook (https://www.facebook.com/direitosdodevedor)

  2. Tatiana   •  

    Tenho uma dívida no Santander queia quitar mas me preocupo com a restrição interna pois tenho interesse um manter minha conta. Como funciona a restrição interna no santander?

    • mjo   •     Author

      Olá, Tatiana! Muito interessante a questão que levantou. Cada banco possui sua metodologia em relação à restrição interna, por isso não sabemos te informar especificamente sobre como funciona no caso do Santander. Mas via de regra, a restrição interna se baseia em alguns fatores, como por exemplo, pontualidade no pagamento das contas, quitação das dívidas, etc. E você está correta em não mudar de banco. Muitas pessoas acreditam que mudando de banco irão driblar essa questão da restrição interna, mas a verdade é que quando vão fazer o financiamento de algum bem, imóvel ou carro por exemplo, elas geralmente não conseguem porque os bancos podem compartilhar dados sobre o histórico financeiro do consumidor e descobrir que ele é um mal pagador.

      Quitar dívidas sempre vale a pena porque, além do nome não ir para os órgãos de proteção ao crédito, o consumidor evita pagar mais juros (porque eles só vão aumentando) e ainda tem uma pontuação boa no Score. Falando em Score, sugiro que leia a matéria que publicamos aqui no Blog, irá te ajudar ainda mais: http://direitosdodevedor.com.br/?p=916

      Um grande abraço, Tatiana! Acompanhe o Crédito Consciente também no Facebook: http://www.facebook.com/direitosdodevedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>